Minhas Impressões - DC Showcase: Catwoman (2011)


- domingo, 1 de janeiro de 2012
* Alerta de Spoiler: Este post discute livremente elementos de toda a trama do filme. Aqueles que não viram o filme e querem o ver antes, são encorajados a regressar depois de tê-lo visto. *


DC Showcase é uma série de curtas de animação que ilustram alguns personagens da DC Comics.

Acabei de assistir ao curta "DC Showcase: Catwoman", de 2011. Bruce Timm, o produtor responsável por esses filmes, há muito tempo disse que adoraria fazer um filme da Mulher-Gato, mas aparentemente este curta-metragem de menos de 15 minutos é tudo o que nós teremos. (Bem que poderiam ser filmes inteiros...)

Este é um conto centrado na Catwoman, em que a felina se aventura pelas ruas de Gotham City, confrontando bandidos. 


Em uma noite enluarada de Gotham City, Catwoman salva um gato de rua que estava sendo perseguido a tiros por uma dupla de bandidos. O gato possuía um colar de algum familiar seu, então a Mulher Gato parte em busca de um chefão do crime, atrás de explicações. Como você pode imaginar, a sensualidade é bem latente nessa pequena aventura. Logo em um clube de striptease, ela batalha com um contrabandista de diamantes notório conhecido como Rough Cut. Qual é o plano nefasto Rough Cut? 

Tirem as crianças da sala!

Bem, uma boa parte do filme se passa nesse clube de strip, e eles realmente exploram muito a sensualidade da personagem. A dublagem em inglês é muito boa, e a qualidade do desenho e da animação é de muito alto nível. 

Se tem algo que eu não gostei, é o fato da animação ser muito curta. É uma história bastante simples, embora o crédito deve ser dado ao diretor Lauren Montgomery. As sequências de ação, especificamente as cenas de perseguição, são excelentes. 


Tiros por todos os lados e acidentes de carro conseguem tirar o fôlego para um curta de 15 minutos. No entanto, fiquei surpresa, como já falei, com elementos sexuais explorados, especialmente um número bastante "alargado" de striptease de uma dançarina e posteriormente da própria Mulher-Gato. Me pareceu excessiva e toma um pedaço considerável do tempo de execução que já é curto.

No geral, eu gosto deste conceito "DC Showcase", que tem por objetivo aumentar a popularidade de alguns personagens. Acredito que esteja surtindo efeito.

author

.:: Andhora Silveira ::.

É graduanda em Ciência da Computação. Ama ficção científica,
histórias em quadrinhos, heavy metal, livros, física, astronomia e tecnologia.
É uma leitora exigente e gosta muito de escrever. Vida longa e próspera.

Comente pelo facebook:

Comentário(s):

Comente pelo blogger:

1 comentário:

Bob Mota comentou:

Eu acho complicado a situação da Mulher Gato tanto nos quadrinhos quanto nas animações. Ela é uma ladra, ex-prostituta, ou seja, uma personagem que não se encaixa bem em historinhas para crianças. Tá certo que como ladra pode até ser, mas como ex-prostituta não dá.
O que acontece é que ambas as mídias ainda tem o estigma de que tais histórias são coisas de criança ou fazem sucesso com crianças. Então as editoras geralmente tentam fazer algo que se encaixe para todas as idades o que eu acho que não dá tão certo com personagens como esta.

Creio que a DC fez um teste nesta animação, para sentir a reação do público ao quanto a ver a personagem envolvida num ambiente mais adulto por isso toda a sensualidade envolvida. E acho que não foi tão bem recebida assim. Por mais que o público esteja maduro, há resistência quanto a esse tipo de abordagem. Como foi visto quanto a própria personagem e os quadrinhos mais polêmicos como o Demon Knights, Red Hood and the Outlows, etc.

Eu achei legal a animação porém se você a olhar como animação para criança vai achar imoral, se olhar como uma animação adulta vai ficar mais coerente.

:)) ;)) ;;) :D ;) :p :(( :) :( :X =(( :-o :-/ :-* :| 8-} :)] ~x( :-t b-( :-L x( =))

Postar um comentário

* Todos os comentários são lidos e moderados previamente;

Não serão publicados aqueles comentários que:

* Não estão relacionados ao tema do post;
* Contém propagandas (spam);
* Com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;
* Possui erros ortográficos e miguxês.

Back to Home Back to Top