Minhas Impressões: Quadrilogia Alien - Aliens (1986) - Parte 2


- terça-feira, 12 de julho de 2011
* Alerta de Spoiler: Este post discute livremente elementos de toda a trama do filme. Aqueles que não viram o filme e querem o ver antes, são encorajados a regressar depois de tê-lo visto. *


O filme "Aliens" (1986) dirigido por James Cameron é na minha opinião um dos filmes de alienígenas mais bem feitos de todos os tempos.

O que faz de "Aliens" um clássico é como brilhantemente o filme consegue manter o seu poder de alta tensão sem comprometer a história e os momentos pessoais envolvidos na trama. É simplesmente incrível.

"Aliens" é continuação do filme "Alien" (1979 - Ridley Scott), que na época, e ainda hoje, foi uma experiência cerebral que assustou com sua atmosfera paranóica. "Aliens", por outro lado, se vale na emoção e no poder de fogo.

O filme traz de volta Ellen Ripley (Sigourney Weaver), a única sobrevivente do primeiro filme, que se colocou em sono criogênico e apenas se acordou depois de meio século ou algo assim.

Despertando para um novo mundo, Ripley é informada de que o planeta alienígena onde a criatura alienígena aterrorizou a nave comercial do primeiro filme, vem desde então sido colonizado pelos humanos.

Ripley é convidada a voltar ao planeta alienígena como uma guia para verificar o porquê de não estarem mais recebendo sinal dos colonos. Ela é hesitante no início, mas finalmente concorda em ir, devido sua necessidade de resolver assuntos inacabados. A maior parte da equipe de resgate é composta por fuzileiros, incluindo Hicks (Michael Biehn), Hudson (Bill Paxton), e o comandante inexperiente Gorman (William Hope). Assim que a tripulação aterrissa no planeta eles se deparam com um ambiente inóspito. Todos os colonos ou estão mortos, ou sendo utilizados como alimento, ou estão sendo usados ​​como "aparelhos" de reprodução pelos aliens!


No momento em que o público conhece a equipe de resgate torna-se claro que este vai ser um filme muito diferente do esforço de Scott, onde a tripulação da Nostromo tinha sido um grupo despretensioso. A tripulação da sequência é um bando de fuzileiros armados até os dentes e prontos para aniquilar os alienígenas. Ou assim eles pensam.

"Aliens" é o título perfeito para este filme. Considerando que o primeiro foi chamado de "Alien", devidamente denotando a única criatura alienígena no filme. No segundo os "Aliens" estão por toda parte: no teto, ao longo das paredes, e nas sombras. Os alienígenas são assustadoramente reais no físico e em suas expressões (se é que podemos chamar de expressões). Eles se movem com a velocidade de cobras e mata com a ferocidade dos tigres, mas o que realmente o torna um adversário formidável é a sua astúcia.

Este filme é assustador e cheio de suspense. A cenografia e iluminação sombria é complementada perfeitamente com a genialidade de Cameron. Ele sabe que os monstros mais assustadores são aqueles que realmente não temos muito ideia de como são, e assim nunca revela muito dos aliens, que tende a obscurecê-los ou permite apenas vislumbres fugazes.


O som também é usado com maestria no filme: o vento uivante, as pegadas estranhas e calafrios, o movimento dos passos alternados com batimentos cardíacos, aumento na intensidade e velocidade quando os aliens estão próximos; o som é sutilmente utilizado para exacerbar a tensão, especialmente quando Ripley e Newt (a garotinha, única sobrevivente encontrada no planeta colonizado), estão presas em uma sala de laboratório com um parasita.

É um dos meus filmes favoritos, talvez não tão original quanto seu antecessor, mas é muito bem executado. Fantástico no roteiro, direção, efeitos especiais (vencedor do Oscar de efeitos especiais).

Mas no final, Aliens é sobre a emoção e não apenas a alegoria de efeitos. É simplesmente deliciosamente devastador e cheio de revelações.


Mais para frente irei comentar sobre o terceiro filme, Alien³.

author

.:: Andhora Silveira ::.

É graduanda em Ciência da Computação. Ama ficção científica,
histórias em quadrinhos, heavy metal, livros, física, astronomia e tecnologia.
É uma leitora exigente e gosta muito de escrever. Vida longa e próspera.

Comente pelo facebook:

Comentário(s):

Comente pelo blogger:

2 comentários:

Bob Mota comentou:

Eu gostei bastante desse filme. Você falou bem quando disse que são filmes diferentes. Alien é mais um terror + ficção-científica. Executado perfeitamente.
Já Aliens é um filme de survivor e ficção-científica. Tem o seu suspense, mas não o considero como tal. O diretor deu um clima de suspense, mas o foco é o survivor. É diferente, é legal. Mas acho que não chega a ser o melhor da série. Excelente resenha essa. Parabéns.
Ah, e detalhe, a Sigourney Weaver parecendo o Michael Jackson no poster do filme. Ela tá bronzeada demais! hehehehehe!

* Andhora Silveira * comentou:

Ela tá parecendo Michael Jackson mesmo. Falta só a garotinha gritar "Michael!" como em Moonwalker :D

:)) ;)) ;;) :D ;) :p :(( :) :( :X =(( :-o :-/ :-* :| 8-} :)] ~x( :-t b-( :-L x( =))

Postar um comentário

* Todos os comentários são lidos e moderados previamente;

Não serão publicados aqueles comentários que:

* Não estão relacionados ao tema do post;
* Contém propagandas (spam);
* Com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;
* Possui erros ortográficos e miguxês.

Back to Home Back to Top