Rocks in my pocket


- terça-feira, 17 de maio de 2011
Às vezes é maravilhosamente excitante ter um segredo: uma pequena jóia preciosa de informações que só a sua mente e coração estão a par. No entanto, outras vezes é um fardo terrível carregar um segredo, algo que quer tão desesperadamente escapar do seu corpo como uma onda sonora em sua língua, pelo sopro da sua respiração, enquanto você busca a total liberdade.

Como um trabalho pesado, incapaz de se suportar, como correr com os bolsos cheios de pedras. E, de vez em quando, há momentos em que você está com alguém e você pode sentir o seu segredo subindo sua garganta, mas consegue engoli-lo de volta. Não, não agora. Não aqui. Não desta vez. Nem sempre, talvez. Então você se abaixa, pega algumas pedras, e suavemente entre os dedos as manuseia e então lentamente as coloca em seus bolsos​​.

author

.:: Andhora Silveira ::.

É graduanda em Ciência da Computação. Ama ficção científica,
histórias em quadrinhos, heavy metal, livros, física, astronomia e tecnologia.
É uma leitora exigente e gosta muito de escrever. Vida longa e próspera.

Comente pelo facebook:

Comentário(s):

Comente pelo blogger:

Seja o primeiro a comentar!

:)) ;)) ;;) :D ;) :p :(( :) :( :X =(( :-o :-/ :-* :| 8-} :)] ~x( :-t b-( :-L x( =))

Postar um comentário

* Todos os comentários são lidos e moderados previamente;

Não serão publicados aqueles comentários que:

* Não estão relacionados ao tema do post;
* Contém propagandas (spam);
* Com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;
* Possui erros ortográficos e miguxês.

Back to Home Back to Top