Confissões de uma garota que ama quadrinhos


- quinta-feira, 9 de dezembro de 2010
Quadrinhos é um meio de contar histórias incrivelmente econômico, que emprega a palavra escrita e a arte juntos exatamente no mesmo espaço. Os quadrinhos podem ter absolutamente qualquer tipo de história, mas é também o berço da iteração mais atual da humanidade, com seus mitos de super-herói... E qualquer um pode fazer histórias em quadrinhos. Uma história envolvente e arte fortes são de muita importância.

Eu não consigo entender por que alguém não gostaria de HQ's.

Sou Andhora, tenho 21 anos, sexo feminino, com um interesse enorme em histórias em quadrinhos. Não tenho uma grande coleção, mas tenho algumas HQ's e espero comprar mais.

O setor do mercado de quadrinhos é muito rentável, principalmente nos Estados Unidos. Muitas crianças de lá lêem e tem quadrinhos aos punhos. É uma cultura diferente. Os quadrinhos também tem muito espaço com o público adulto masculino. Eu não acho que gostar de histórias em quadrinhos seja uma coisa de uma idade específica. Adultos os desenha, então por que adultos não pode gostar deles?

Uma vez, me disseram: "Meu Deus! Uma mulher que gosta de quadrinhos... ... que são boas!"

Também não acho que gostar de quadrinhos seja uma coisa de um sexo específico. Admito: sou uma garota que adora quadrinhos. O fato é que eu nunca estive perto de conhecer outras mulheres que gostavam muito. Gostar de quadrinhos sempre gerava alguma discussão sexista sobre o assunto. "Ora, homens fazem quadrinhos, homens lêem quadrinhos". Besteira! Ser uma garota que gosta de quadrinhos pode ser difícil. Sei de meninas que quando vão para a sessão de quadrinhos nas lojas são intimidadas e ridicularizadas, principalmente por outras garotas... (experiência própria =P) É estúpido, infantil e idiota, mas acontece.

Por que eu amo tanto quadrinhos?



Em primeiro lugar, às vezes gostaria de poder agir como heróis, como Batman! Em segundo, ver a justiça da maneira como é retratada nos quadrinhos me faz pensar muito em o quanto eu gostaria que isso fosse aplicado ao mundo real ("ahh... se fosse verdade").

Quadrinhos conseguem tirar o meu fôlego como ninguém consegue tirar, como "Watchmen" ou "The Dark Knight Returns", e que nenhum filme poderia gentilmente seduzir e retratar da maneira como é feito nos quadrinhos. Sou muito fã de escritores de quadrinhos como Alan Moore, Frank Miller, Warren Ellis, Garth Ennis , Peter David, Stan Lee, e inúmeros outros.

A fusão de palavras e imagens criam uma forma diferente de captura de uma história, tornando-se uma forma criativa de ler. Batman faz coisas em uma página e age de tal maneira que não poderia ser feito em filme, ou novela, ou série nenhuma. Os personagens são tão incríveis que gostaria de poder agir como eles. Batman bate em criminosos, os leva à prisão, e volta ao seu estilo de vida de milionário.

O personagem de quadrinhos tem coisas que não temos. Quando Superman voa para a lua, vemos algo que a humanidade levou meio milhão de anos para conseguir fazer ser feito em menos de uma hora pelo homem que veio de Krypton.



A melhor maneira de escapar de uma vida mundana é através da leitura. Escapamos juntos com Alan Moore, Frank Miller, e outras lendas dos quadrinhos. Eles tiveram filmes feitos a partir de seus livros! Alan Moore escreveu o livro original em quadrinhos de "V For Vendetta", "Liga dos Cavalheiros Extraordinários", e "From Hell", e Frank Miller é mais conhecido por "Sin City" e "300".

Alan Moore criou uma das histórias mais incríveis que já vi em "Watchmen", e Miller fez o mesmo em "The Dark Knight Returns". Quadrinhos são o que são por causa de homens assim. Muitos criadores foram influenciados pelas histórias de Alan Moore e Frank Miller. Um romance se torna estático se comparado com as obras destes homens, e muitos outros. Isso é apenas a ponta do iceberg quando se trata de escritores de quadrinhos e suas obras.

Sim, você pode chamar isso de uma obsessão. Eu chamo isso de hobby. Eu amo quadrinhos, e isso não irá mudar. :)


author

.:: Andhora Silveira ::.

É graduanda em Ciência da Computação. Ama ficção científica,
histórias em quadrinhos, heavy metal, livros, física, astronomia e tecnologia.
É uma leitora exigente e gosta muito de escrever. Vida longa e próspera.

Comente pelo facebook:

Comentário(s):

Comente pelo blogger:

1 comentário:

Bob Mota comentou:

Concordo com tudo em gênero e grau!!
hauhauahuahahauhauhuahuah!!
Eu também queria saber o porque que quadrinhos são considerados "coisa de criança"?
Watchmen, Preacher, Batman - Dark Knight. Qualquer não seria digerida por uma criança. Algumas nem por certos adolescentes.
Taxar de imaturo quem lê também é um preconceito sem tamanho. Penso que imaturo sejam as pessoas que gostam de músicas que contém 2 ou no máximo 4 palavras que são repetidas incansávelmente. Ou então que riem de músicas com apologia ao sexo. Sinceramente, eu ria de coisas assim quando tava na 4ª série.
Enfim, adorei o post e também queria fazer igual ao batman, batendo em criminosos e fazendo eles pagarem pelo que fizeram!!!
PRa certos casos, eu queria mesmo agir como o Rosharch!!
hauhauhauhauhauhauhauhauhauhauh

:)) ;)) ;;) :D ;) :p :(( :) :( :X =(( :-o :-/ :-* :| 8-} :)] ~x( :-t b-( :-L x( =))

Postar um comentário

* Todos os comentários são lidos e moderados previamente;

Não serão publicados aqueles comentários que:

* Não estão relacionados ao tema do post;
* Contém propagandas (spam);
* Com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;
* Possui erros ortográficos e miguxês.

Back to Home Back to Top