Little Quote


- quinta-feira, 27 de maio de 2010


Confissão de Helga

[...]

ARNOLD: Bem, por quê?

HELGA: Porque talvez eu não te odeio tanto quanto eu pensei, ok? Eu acho que talvez eu gosto de você um pouco. Eu acho que poderia dizer que eu gosto muito de você.

ARNOLD: Você gosta? Você fez isso por mim?

HELGA: Foi, cabeça de bigorna! O que mais você deve fazer quando alguém que você ama está em apuros?

ARNOLD: Amor?

HELGA: Você me ouviu, cara. Eu te amo! TE AMO! Quem você acha que vem perseguindo você noite e dia, que construiu um santuário de adoração a você em um armário, que enche volumes de livros com poemas sobre você? Eu te amo, Arnold, eu sempre te amei, sempre, desde que eu coloquei os olhos em sua cabeça de bigorna estúpida!

author

.:: Andhora Silveira ::.

É graduanda em Ciência da Computação. Ama ficção científica,
histórias em quadrinhos, heavy metal, livros, física, astronomia e tecnologia.
É uma leitora exigente e gosta muito de escrever. Vida longa e próspera.

Comente pelo facebook:

Comentário(s):

Comente pelo blogger:

1 comentário:

Eugênio comentou:

Wow! Eu n acredito que perdi essa?!

:)) ;)) ;;) :D ;) :p :(( :) :( :X =(( :-o :-/ :-* :| 8-} :)] ~x( :-t b-( :-L x( =))

Postar um comentário

* Todos os comentários são lidos e moderados previamente;

Não serão publicados aqueles comentários que:

* Não estão relacionados ao tema do post;
* Contém propagandas (spam);
* Com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;
* Possui erros ortográficos e miguxês.

Back to Home Back to Top