Estou editando meus pensamentos para poder derramá-los nesta página


- sábado, 29 de maio de 2010
Eu queria ser capaz de escrever e ser completamente honesta - não necessariamente escrever sobre algo "profundo" e "significativo" ... eu queria dizer que foi um dia bonito lá fora, e não gastar 10 horas analisando minha mente pra saber exatamente o que o tornou tão bonito. Esse é o problema. Eu estive pensando muito. Sobre tudo e qualquer coisa.

Eu continuo sentindo como se eu deveria estar fazendo mais! Mas mais do quê? Como?
Eu continuo pensando que eu deveria ter mais. Por quê? De quê?

Quando eu faço "mais", eu me pergunto se é suficiente. Eu me pergunto se o que eu estou gastando de tempo e energia, vale a pena. Bem, provavelmente está valendo... Mas então eu pergunto se o meu tempo não seria bem gasto em outra coisa.

Eu sei que todo sonho é um trabalho árduo. Sei que às vezes nossos sonhos não são reais. Eu sei disso, e eu experimentei isso. Algumas muitas vezes. Mas, "o que vem depois?"

Na verdade, acho que estou em algum tipo de encruzilhada. Se você perguntar o que exatamente eu irei estar fazendo daqui a ano, não posso lhe dar uma resposta. Se você me perguntasse há quatro anos atrás o que eu provavelmente estaria fazendo em 2010, eu teria poucas respostas prontas. Mas quanto mais madura fico, mais eu percebo que os planos apenas são uma maneira de enfeitar a sua "agenda", mas dificilmente vão ser como você espera.

Então é isso, minha mente está desordenada. Tem dias que eu sento e planejo, planejo... E me levanto e fico ansiosa para o dia seguinte, ou para o mês que vem, ou próximo ano. Mas uma falha recente que eu percebi é que quando as coisas não vão bem como eu espero e que os meus planos tendem a se agrupar na lixeira, eu fico sem entusiasmo, refletindo e esperando. Dessa forma, quando algo grande acontece, fico surpresa e agradecida, enquanto me dizem: "é claro que você não tinha nada com que se preocupar ... A gente sempre teve fé em você" e eu sorrio, sorrio. Eu sorrio muito. Eu não acredito. Eu não me importo. Eu prefiro o sorriso do que ter que me preocupar em manter a vigília.

Este é o meu blog. Espelhos dos meus devaneios. Dos meus pensamentos aleatórios.

author

.:: Andhora Silveira ::.

É graduanda em Ciência da Computação. Ama ficção científica,
histórias em quadrinhos, heavy metal, livros, física, astronomia e tecnologia.
É uma leitora exigente e gosta muito de escrever. Vida longa e próspera.

Comente pelo facebook:

Comentário(s):

Comente pelo blogger:

3 comentários:

Daniel comentou:

Você devia parar de se preocupar com algumas coisas.

Se os planos, provavelmente, não vão terminar do modo como foi planejado então melhor simplesmente deixar o final pra la e partir para a proxima. Enquanto ainda tem-se tempo ;D

Eugênio comentou:

Vc qr pensar mais no assunto ou outra dica? ^^

Eugênio comentou:

Razões, razões, razões,
Nem tudo tem explicação
Mas a resposta que você procura
pode estar na emoção.

Pense menos, sinta mais
Não sai da cabeça
o que se sente no coração.

:)) ;)) ;;) :D ;) :p :(( :) :( :X =(( :-o :-/ :-* :| 8-} :)] ~x( :-t b-( :-L x( =))

Postar um comentário

* Todos os comentários são lidos e moderados previamente;

Não serão publicados aqueles comentários que:

* Não estão relacionados ao tema do post;
* Contém propagandas (spam);
* Com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;
* Possui erros ortográficos e miguxês.

Back to Home Back to Top