Freedom


- quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Um redemoinho me cerca,
Eu estou aqui, mas o tempo se move,
Um milhão de pensamentos correndo pela minha mente,
Abrace-me, mantendo-me aqui,
Um estado de espírito frustrado,
Um lugar para estar isolada.

Uma vontade constante de ir para lugar nenhum,
Um redemoinho me cerca,
Mas eu fico parada
Desejo de dignificar-me,
Desejo de libertar-me,
Livre destas quatro paredes,
Sentindo-me fechada por dentro... acho que é difícil respirar.

Tantas vozes me dizendo o que fazer,
Meu peito sente-se bloqueado
Em uma respiração rápida e curta
Transpirando.

Uma vontade constante de ir para lugar nenhum...

Não sou perfeita...

Pensamentos rápidos, pensamentos doces...

Amor, família, chocolate,
A primeira data,
O amanhecer,
Um forte abraço,
Um toque suave,
A simplicidade de tudo.


Respiro fácil.

Vivo.


author

.:: Andhora Silveira ::.

É graduanda em Ciência da Computação. Ama ficção científica,
histórias em quadrinhos, heavy metal, livros, física, astronomia e tecnologia.
É uma leitora exigente e gosta muito de escrever. Vida longa e próspera.

Comente pelo facebook:

Comentário(s):

Comente pelo blogger:

2 comentários:

:)) ;)) ;;) :D ;) :p :(( :) :( :X =(( :-o :-/ :-* :| 8-} :)] ~x( :-t b-( :-L x( =))

Postar um comentário

* Todos os comentários são lidos e moderados previamente;

Não serão publicados aqueles comentários que:

* Não estão relacionados ao tema do post;
* Contém propagandas (spam);
* Com palavrões ou ofensas a pessoas e marcas;
* Possui erros ortográficos e miguxês.

Back to Home Back to Top